04
nov
09

Anticristo


(Antichrist, Lars Von Trier, 2009)

Anticristo, novo filme do dinamarquês Lars Von Trier, parece à primeira vista se inserir em sua cinematografia como mais um exemplar da safra de dramas psicológicos com fundo social que caracterizaram seus filmes de maior visibilidade nos últimos dez anos: o surpreendente Dogville e sua cansativa continuação Manderlay. A impressão é reforçada pelo título de filme de terror. Ainda que tenha seus momentos, seria difícil classificá-lo neste gênero. Em lugar do medo da ameaça iminente, o casal (vivido pelos excelentes Willem Dafoe e Charlote Gainsbourg) experimenta, após a traumática perda do filho, um temor generalizado que não encontra encarnação. O trauma da perda se estende, então, por toda a natureza que os cerca em seu exílio terapêutico (o marido é terapeuta profissional) no Edem, casa de campo da família onde passaram o último verão com o filho. A preferência por mostrar o que está por baixo, revelando, sob a aparência idílica da superfície, um mundo vil e selvagem, lembra o David Lynch de Veludo Azul.

Segundo o diretor e roteirista, o filme foi parte de sua recuperação de uma depressão profunda. No decurso da história, o casal de Anticristo passa da relação distanciada e intelectual com os sentimentos e a vida, característica do processo terapêutico empreendido pelo marido, a uma intimidade orgânica e violenta com as próprias necessidades. É somente no final que compreendemos a afirmação do diretor, quando chama este de “o filme mais importante de toda a minha carreira”. É que, apesar da violência e do choque no miolo da trama, este filme não compartilha do pessimismo apocalíptico de seus outros trabalhos. Com imagens belíssimas, Anticristo, mais que conto de horror, é uma crônica de redenção. Um filme que merece ser visto.

IMDB

Anúncios

0 Responses to “Anticristo”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: